sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Colônia em Marte


Há algumas dezenas de décadas muitos eminentes cientistas e intelectuais estão empenhados em encontrar uma fórmula socio-política-econômica e ecológica de fazer do mundo um lugar melhor; e agora, mais do nunca. Esses estudiosos traçam um quadro sombrio. 

A Humanidade, a Civilização atual está em sérios apuros. Assombrada pelo espectro da destruição ambiental amplamente profetizada, debatida e anunciada, estressada pela uma crise na esfera da saúde e da segurança pública que se alastra pelos cinco continentes [Asia, Europa-Eurásia, África, Américas, Oceania]. Tudo isso por conta de uma visão do mundo fossilizada que sujeita multidões a um sistema de ideias ultrapassado.

Na dimensão das cifras astronômicas, o dinheiro é mal admistrado, os prodigiosos recursos científicos-tecnólogicos jamais chegam a tempo àqueles que mais precisam, perpetuando as cenas da constrangedora miséria dos pobres que carecem de tudo. 

A ciência avançou enquanto a política administrativa das nações [com raras exceções nórdicas!] permanece estupidificada, orientada por leis arcaicas, reumáticas onde predomina a diretriz do egoísmo burro que vai acabar resultando no descontrole das massas deserdadas, desabrigadas, doentes, famintas, humilhadas, brutalizadas e que não param de produzir crianças sem futuro que vão engrossar esse mega-coro de descontentes.

O professor Ciências Astrofísicas da Princeton University, US ─ J, Richard Gott acredita que já passou da hora de levar a sério a ideia de estabelecer um colônia auto-sustentável em Marte:  

Isso poderia fazer de nós uma espécie presente, habitando, dois planetas. Significa um enorme aumento da capacidade de sobrevivência da espécie humana [terrena]. Nós teríamos duas chances, ao invés de uma... 

Enquanto isso, Sir Richard Branson, empresário da Virgin Galactic Company, planeja oferecer voos orbitais para passageiros pagantes. É o turismo espacial que vem se anunciando há algum tempo. Branson comenta: Se nós vamos sobreviver como civilização nós precisamos de energia de baixo consumo e acesso ao ambiente espacial em uma escala industrial.

Cientistas ambientais como Wallace Broecker, que cunhou o termo global warming e James Lovelock, que concebeu a Teoria Gaia, segundo a qual o planeta se comporta como um organismo vivo, estes pesquisadores, acreditam que a Humanidade já ultrapassou the red line. 

Ainda que as pessoas, hoje, agora, começassem a agir conscientemente reduzindo as emissões de carbono e de outros elementos poluentes [incluindo o excesso de gente!], é tarde demais para reverter a degradação desta biosfera terrena. 

Wallace Broecker, prega a urgência da pesquisa sobre métodos de remover o CO² da atmosfera; mas Lovelook, mais pessimista, adverte que é melhor a Humanidade se preparar para o aquecimento do planeta. Mas como podemos nos preparar? Meditemos...

Fonte: MOORE, Matthew. Human colony on Mars 'will make the world a better place'
In Telegraph-UK publicado ─ em 09/09/2009
[http://www.telegraph.co.uk/science/science-news/6162355/Human-colony-on-Mars-will-make-the-world-a-better-place.html]

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...