segunda-feira, 13 de abril de 2009

Bendito Cão


DIANA, na terra, deusa da caça: sempre acompanhada de cães

Em Kana, cidade da Hungria próxima à capital , Budapest, foi descoberto um cemitério medieval, datado do período entre os séculos X e XIII, cuja área é dividida em duas seções: uma parte, para humanos, outra, para cachorros. Os arqueólogos identificaram 25 sepulturas de cães e mais de 1.300 ossos de animais. Marta Daroczi-Szabo, arqueóloga da University of Budapest, acredita que os habitantes de Kana praticavam mais de uma religião [será que esta húngara nunca ouviu falar de sincretismo, fóoclore, cultura popular? Continuemos].

Covertidos ao Catolicismo em torno do ano 1000 d.C., a elesnão seria, então, permitido nem correto a prática de sacrifícios pagãos. Não obstante, ao que tudo indica, as pessoas continuaram "adorando" cães como animais sagrados. Os especimes adultos eram enterrados em sepulturas especiais, solenes. Os filhotes tinham seus restos mortais depositados em vasos de argila. O cemitério dos cães é anexo ao cemitérios das pessoas.

Segundo os historiadores, na Hungria, os cães representavam amuletos vivos pois, acreditava-se, sua presença protegia as pessoas contra influências espirituais malignas, como o "olho do mau" [também conhecido, "como dizia minha avó" olho-gordo ou olho-de-seca-pimenteira]. Esses animais também simbolizavam [e ainda simbolizam] a fidelidade.

Em ocultismo, é conhecimento corrente que os cães, especialmente os cães de pelagem completamente negra, de fato, tem o poder de repelir as más influências ou mesmo se insurgir contra elas, ladrando contra um inimigo invisível aos olhos humanos.


FONTE: Ancient Europeans worshipped dogs and believed in Christ
IN Pravda English ─ publicado em 09/04/2009

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...